Esta Rádio tem a direção geral do Espírito Santo de Deus

Baixe nosso aplicativo

O Bairro Novo lança nesta sexta o EP “O Banquete”

O grupo O Bairro Novo, integrante do selo Ventania, nasceu em 2010, mas só em 2017 ganhou um nome. Muitas formações depois, hoje a banda é f...

O Bairro Novo lança nesta sexta o EP “O Banquete”

O grupo O Bairro Novo, integrante do selo Ventania, nasceu em 2010, mas só em 2017 ganhou um nome. Muitas formações depois, hoje a banda é formada por oito integrantes que estão lançando nesta próxima sexta-feira (27) o EP "O Banquete".

O trabalho traz composições autorais, sendo em maioria criadas por Gustavo Barrinovo e arranjadas por todo o grupo, que mostram toda a diversidade musical da banda. A ideia do EP era produzir um conteúdo que abordasse uma trajetória coletiva, mas ao mesmo tempo onde cada faixa tivesse força e representatividade suficientes por si só. 

A linguagem das canções flerta com o enigmático, sendo necessário do ouvinte disposição para ouvir a obra diversas vezes, o que resulta em novos paralelos que se renovam numa trama em que o público se identifique cada vez mais – quanto mais se ouve, mais significados se encontram. 

A sonoridade e o conteúdo das letras são outro assunto de extrema importância, pois apontam o caminho da identidade da banda entre o que já foram e o que vêm se tornando.  

O folk, predominante no primeiro álbum intitulado “Azul” (2018), ainda pode ser sentido ao longo do EP, mas sobretudo em Corpo 1 (a primeira faixa), que vai dando lugar a outras sonoridades da faixa em diante, finalizando com um lembrete sutil, entre cordas e rimas, do que havia lá no início. Em resumo, se pudéssemos definir o novo EP da banda em algumas palavras, estas seriam: narrativa, transição, enigma.

https://onerpm.lnk.to/EPBanquete

Em “O Banquete” é possível que novas relações (as quais nem a banda espera) possam surgir ao longo do tempo conforme os ouvintes interagem com a obra, desde a capa do EP até sua última faixa. O novo trabalho foi pensado para isso, para que novas reflexões surjam, dando lugar às revoluções individuais e coletivas, as quais todos nós precisamos.

"O Banquete traz para nós como artistas um símbolo de transição muito forte, entre uma fase musical e pessoal anterior e os novos ares que tem nos conduzido. Sempre dissemos que nossa arte tem o papel de provocar mudanças", diz o grupo.

Este lançamento abre espaço à reflexão e convida o ouvinte para sentar-se à mesa, como num jantar entre amigos, numa ceia cheia de significados, da qual saímos saciados pelo conhecimento e pela vontade de fazer mais. 

O Banquete é inegavelmente um projeto que precisa ser ouvido e conhecido por quem busca um fôlego novo no cenário da música cristã.

Fonte: ONErpm Gospel

COMENTARIOS