/fa-facebook-f/ FACEBOOK

Cassiane sobre agressão: “Sou a favor da denúncia”

Cassiane sobre agressão: "Sou a favor da denúncia"

A cantora Cassiane resolveu se pronunciar nas redes sociais após a forte repercussão do clipe da música A Voz. O vídeo, que tem roteiro de Marina de Oliveira e direção da Centaurus Produções, aborda a violência doméstica contra a mulher.

– Se me conhecessem ou pelo menos respeitassem minha história de 39 anos dando frutos, com amor falariam: “Cassiane, seria bom colocar a informação da denúncia no clipe…”. É um assunto extremamente real, mas não é isso que está acontecendo!

Cassiane relatou que foi atacada na internet por causa do clipe que trata a mudança do agressor por meio da fé. Ela disse que as pessoas foram insensíveis, mas sabe que Deus a conhece. Além disso, a pastora da Assembleia de Deus em Alphaville, em São Paulo, ressaltou que é a favor da denúncia.

– Sou a favor da denúncia! Nunca falaria para qualquer pessoa não denunciar e viver sob agressão! Inclusive, ousadamente incentivamos no clipe a vítima mesmo guiada pela fé, a romper essa história e mudar de postura.

A cantora informou que conversou com a MK Music e a gravadora prontamente entendeu e o clipe passou por uma reformulação.

– Sou humilde e aceito que houve uma falha, um erro em não expor sobre a denúncia explicitamente. Reafirmo que sou totalmente a favor da denúncia! Quem acompanha a minha história, saberia que eu apoio a denúncia de qualquer tipo de crime! Eu e a Marina, que é a responsável pelo roteiro, já estamos agindo e com humildade peço perdão e já começamos com as mudanças. Estamos corrigindo.

Na publicação, a cantora aparece com um X vermelho desenhado na mão. O sinal faz parte da campanha criada pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Dessa forma, a vítima pode relatar os maus-tratos que sofre de forma silenciosa e discreta.

Ao final da mensagem, Cassiane convocou seus seguidores a denunciarem casos de agressão pelo 180. O serviço, que havia sido divulgado com a primeira versão do clipe, é grátis e o denunciante tem sua identidade preservada.

Fonte: Pleno News

Nenhum comentário:

Postar um comentário